Cryptorave 2014: Bem-vindo à computação soberana, à queda do Google e do Facebook

Em abril de 2014, aconteceu a Cryptorave 2014. Uma de suas apresentações foi “Bem-vindo à computação soberana, à queda do Google e do Facebook”, que pode ser assistida no YouTube. Para comodidade dos interessados, trago aqui um resumo do que é apresentado. Assim, os 40 minutos são comprimidos em apenas 3 (>92,5% de compressão)!

Palestrante: Klaus Wuestefeld.

Palestra

Centralização do poder sempre traz problemas de totalitarismo, abuso de poder, corrupção, etc. A ideia da computação soberana é prevenir isto, tornando cada usuário da internet autônomo, sem depender das empresas. Quando usamos Facebook, e-mail, Skype, WhatsApp, não estamos só conversando com a outra pessoa, sempre tem alguém junto ouvindo a conversa. Poucos conseguem evitar isto, aprendendo como ter a segurança no sistema, na criptografia. Mas o principal objetivo desse nosso projeto não é esse, é …

(queda de conexão)

Porquê deixar meus dados com o Google Drive, Dropbox, se tenho espaço livre no meu HD e poderia trocar espaço com outra pessoa que tenha também espaço livre, para fazer backup criptografado? Não é complicado fazer backup cruzado, mas poucas pessoas sabem como fazer. Soluções centralizadas não adiantam. Se você enviar seus arquivos para o Megaupload, para enviar para seu amigo um arquivo dentro da lei, você corre o risco de perder os dados porquê o governo dos EUA pode simplesmente ir lá e “derrubar” o site, sem se importar com o uso legal do serviço.

(queda de conexão)

Os sites de redes sociais, que são apenas uma parcela da verdadeira rede social de relações humanas, não têm interoperabilidade. Não é do interesse do Facebook interagir e trocar dados com o Orkut. O valor destas redes é a quantidade de informações que conseguem capturar sobre os usuários, e por isso não compartilham com outras redes, que são rivais. Nas redes soberanas, não é assim. Cada pessoa tem sua máquina, que conecta-se a outras…

(queda de conexão)

Quando você busca no Google, a web tradicional, por exemplo, por cachorros da raça golden, primeiro ele mostra a Wikipédia, depois o site da associação de criadores de Golden dos EUA, depois N resultados quaiquer, até que você encontre algo minimamente relevante. Nas redes soberanas, nao há centro, você é seu centro, e as buscas giram em torno de você. Então primeiro busca-se nos contatos diretos, depois nos contatos dos contatos, e assim por diante. Os resultados são por proximidade. “Fulano é o maior criador de golden de São Paulo, fala com ele”. Quando uma pessoa quer saber as músicas que o amigo está ouvindo, ao invés de pesquisar na internet entre todas as músicas do mundo, é isso que está sendo buscado, essa relação, o valor do amigo é a afinidade.

(queda de conexão)

Estamos trabalhando nisto desde 2006, e já temos uma versão desktop, mas ela não é prática, então estamos focando em versão mobile. A primeira aplicação está sendo um chat.

(queda de conexão)

Ao invés de ter um intermediário como WebMotors e SóCarrão, daria pros vários aplicativos iteroperarem, mostrando resultados da minha rede para outros, e da rede dos outros para mim. Na rede normal, você pode ver recomendações de restaurantes, mas não dá pra saber se dá pra confiar no cara que fez a avaliação. Ele é amigo do dono do restaurante? Não sei, não conheço. Na rede soberana, não seria assim.

O chat que o palestrante estava anunciando: http://sneer.me

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*