ENEM 2006 – O poder de transformação da leitura

Esta é uma redação escrita segundo orientação da prova do ENEM de 2006.

O poder de transformação da leitura é a ampliação das fontes de informação disponíveis. Quem precisasse de um instrutor pessoalmente presente teria um total de fontes de informação disponíveis bem limitado… Porém, quem for capaz de ler, poderá se instruir com informações de vários locais geográficos e várias épocas. Como alguém poderia ser instruído por Platão, Pitágoras, Diógenes, se todos eles morreram há milhares de anos, ainda na época da antiguidade clássica? Só mesmo através da leitura das obras escritas pelos discípulos deles…

Sem a capacidade de leitura (consequentemente, de escrita também), a humanidade estaria travada na situação de reinventar a roda a cada poucas gerações! Conforme os mais velhos fossem morrendo, o conhecimento não-repassado iria sendo perdido, e o repassado iria sendo distorcido. Imagine só, com o “quem conta um conto, aumenta um ponto”, o efeito que teria sobre as obras dos filósofos gregos clássicos… Seria um desastre! As gerações mais novas teriam simplesmente que redescobrir o que as gerações mais antigas descobriram porém não deixaram registrado para os sucessores.

Sem leitura, seria muito difícil ver mais longe. É preciso estar sobre ombros de gigantes, ou seja, construir novo conhecimento sobre o conhecimento prévio existente, e ler é essencial para isso.

Atualmente, com a internet, a capacidade de alcance, a facilidade de acesso à informação, são muito maiores. Porém, a maioria das pessoas não parece ter interesse em usar esse potencial. Quem quiser usar plenamente o poder de transformação, vai conseguir transformações maiores do que anteriormente, mas quem não quiser, não vai ter efeito algum. A transformação, então é a nível de humanidade, não a nível de pessoa.


Você acredita no potencial de transformação da leitura?
Que tal então começar a ler alguns trechos de livro postados aqui no blog?

Licença Creative Commons O texto deste post de Anders Bateva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*