Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anders Bateva

Nonfiction Litblog. Fichamentos / clippings / recortes de não-ficção. Prospecções literárias em: Ciências Sociais; Informática; e Ciências Ambientais.

Anders Bateva

Nonfiction Litblog. Fichamentos / clippings / recortes de não-ficção. Prospecções literárias em: Ciências Sociais; Informática; e Ciências Ambientais.

🖥️ Roteadores Fast Ethernet: 🔎 comparativo 2020

Roteadores que não possuem portas RJ45 Gigabit Ethernet
Marca Linha Modelo Fonte de alimentação externa
(entrada)
IEEE 802.11 (Wi-Fi) Portas RJ45 fixas WPA2
2.4GHz
b/g/n
5Ghz Fast Eth.
(10/100)
Gigabit Eth.
(10/100/1000)
MercuSys AC12 Fonte de alimentação externa IEEE 802.11a/n/ac 5GHz 3 LAN + 1 WAN
MW330HP Fonte de alimentação externa 3 LAN + 1 WAN
MW325R Fonte de alimentação externa 4 LAN + 1 WAN
MW305R Fonte de alimentação externa 3 LAN + 1 WAN
MW301R Fonte de alimentação externa 2 LAN + 1 WAN
Multilaser RE160V ? ? ? ?
RE016 ? ? ? ?
RE010 ? ? ? ?
RE018 ? ? ? ?
Intelbras Residenciais IWR 3000N 100-240 V a 50/60 Hz 4 LAN + 1 WAN
RF 301K 100-240 V a 50/60 Hz 3 LAN + 1 WAN
ACtion RF 1200 100-240 V a 50/60 Hz 802.11a 6 Mbps; 802.11ac 1 WAN + 3 LAN
Empresariais AP 310 PoE 1 LAN
AP 360 PoE 1 LAN
Wi-Fi Mesh Twibi Fast 100–240 V a 50/60 Hz IEEE 802.11ac/a/n 5 GHz 1 LAN/WAN + 1 LAN
Tenda
(for home)
AC AC6 100-240V—50/60Hz, 0.2A IEEE 802.11ac/a/n 5GHz 3 LAN + 1 WAN
D305 Input: 100 - 240V 50/60Hz 3 LAN + 1 WAN
FH1202 100-240V—50/60Hz 0.3A   3 LAN + 1 WAN
FH1206 100-240V—50/60Hz 0.3A IEEE 802.11ac, IEEE 802.11n, IEEE 802.11a 3 LAN + 1 WAN
V300 100 - 240V 50/60Hz 3 LAN + 1 WAN
FH1201 100-240V—50/60Hz 0.3A IEEE 802.11ac, IEEE 802.11n, IEEE 802.11a 3 LAN + 1 WAN
D303 100-240V 50/60MHz 3 LAN + 1 WAN
D301v2 100 - 240V 50/60Hz 3 LAN + 1 WAN
D151 V2 100 - 240V 50/60Hz 3 LAN + 1 WAN
300M A9 ?
FH456 100-240V—50/60Hz 0.3A 3 LAN + 1 WAN
F3 ? 3 LAN + 1 WAN
AP5 PoE 2 RJ45
AP4 PoE 2 LAN
D305 100 - 240V 50/60Hz 3 LAN + 1 WAN
N301 ? 3 LAN + 1 WAN
F300 ? 4 LAN + 1 WAN
D-Link Residencial DIR-615 X1 100 to 240 V AC, 50/60 Hz 4 LAN
1 WAN
DSL-2740E 100 to 240 V AC, 50/60 Hz 4 x LAN
DIR-819 100 to 240 V AC, 50/60 Hz 802.11ac; 802.11n; 802.11g; 802.11a; 802.11b 4 x LAN
1 x WAN
DIR-815 100 to 240 V AC, 50/60 Hz 802.11ac; 802.11n; 802.11g; 802.11a; 802.11b 4 x LAN
1 x WAN
DIR-615 100 to 240 V AC, 50/60 Hz 4 x LAN
1 x WAN
Empresarial DAP-2230 100-240V 1 x LAN
TP-Link
(Residencial)
Wi-Fi TL-WR849N Fonte de Alimentação Externa 4 LAN + 1 WAN
TL-WR840N Fonte de Energia 4 LAN + 1 WAN
TL-WR820N Fonte de Energia 2 LAN + 1 WAN
TL-WR940N Fonte de Energia 4 LAN + 1 WAN
Archer C20 Fonte de Energia IEEE 802.11ac/n/a 5 GHz 4 LAN + 1 WAN
Archer C50 Fonte de Energia IEEE 802.11ac/n/a 5 GHz 4 LAN + 1 WAN
Archer C60 Fonte de Alimentação Externa IEEE 802.11ac/n/a 5GHz 4 LAN + 1 WAN
Deco M3 adaptadores de energia IEEE 802.11 ac/n/a 5 GHz
Deco E4 100-240V/50-60Hz IEEE 802.11 ac/n/a 5 GHz 2 LAN/WAN
TL-WR829N Fonte de Alimentação Externa 1 WAN + 2 LAN
Deco E3(2-pack) 100-240V~ 50/60Hz IEEE 802.11 ac/n/a 5 GHz 2 LAN/WAN
Alta Potência TL-WR941HP Fonte de Energia 1 WAN + 4 LAN
TL-WR841HP Fonte de Energia 1 WAN + 4 LAN
TP-Link
(Empresarial)
APs de Gerência
Centralizada
EAP225-Wall PoE IEEE 802.11n/g/b/ac 1 UL + 3 DL
OC200 PoE 2 portas
EAP110 PoE 1 porta
EAP115 PoE 1 porta

🧪☠️ Agrotóxicos: ¿quem 💰 ganha com eles? / Lutzenberger

José Lutzenberger. Ecologia: do Jardim ao Poder (Coleção Universidade Livre). L&PM Editores, 1985, 10ª edição. Capítulo "A Problemática dos Agrotóxicos".

O negócio dos pesticidas transformou-se num dos melhores negócios, e um dos mais fáceis. Tão fácil quanto o negócio dos entorpecentes. Quanto mais se vendia, mais crescia a demanda. A situação atual se assemelha a uma conspiração muito bem bolada. Os mesmos grandes complexos industriais que induziram o agricultor a que desequilibrasse ou destruísse a microvida do solo com os sais solúveis concentrados que são os adubos minerais sintéticos, oferecem então os "remédios" para curar os sintomas dos desequilíbrios causados. Estes remédios causam novos estragos e desequilíbrios, novos "remédios" são oferecidos, e assim por diante.

Com o uso intensivo dos adubos químicos, a agricultura enveredou por um caminho inicialmente fácil e fascinante, pois era simples e trazia aumentos espetaculares de produtividade. Mas, a longo prazo, este caminho, como agora já se vislumbra, é um caminho suicida.

O desequilíbrio ou destruição da microvida do solo pelo abandono da adubação orgânica e alimentação direta da planta com os sais solúveis, assim como o uso intensivo dos herbicidas, tem como consequência o aumento da suscetibilidade às pragas e enfermidades. Surgem então os inseticidas, acaricidas, nematicidas, fungicidas e outros biocidas. Estes, por sua vez, levados ao solo pela chuva, contribuem para uma destruição ainda maior da microvida. Os organismos maiores do solo, como a minhoca, talvez o melhor aliado que o agricultor possa ter, desaparecem por completo em nossas lavouras, hortas, e pomares modernos. Agindo diretamente sobre a planta, os pesticidas, como venenos que são, contribuem ainda para desequilíbrios no metabolismo da planta. Tudo isto aumenta ainda mais a suscetibilidade às pragas e doenças. Portanto, uso ainda mais intensivo dos venenos, sempre produzidos pelo mesmo complexo de indústrias. Para combater, então, as doenças causadas pelo envenenamento generalizado do ambiente e do alimento, as mesmas grandes fábricas oferecem os medicamentos.

E tudo torna-se sempre mais caro. O agricultor, antes autárquico, que produzia com insumos obtidos em sua própria terra ou comunidade, torna-se simples apêndice da grande indústria química e de maquinaria. A situação da agricultura americana, tão invejada pela sua grande produtividade, é significativa. A quase totalidade dos agricultores pequenos e médios, hoje altamente capitalizados, totalmente dependentes de insumos industriais, encontra-se em situação de insolvência. Por mais que se esforcem, não conseguem mais ganhar para pagar os juros dos empréstimos. Voltou, inclusive, um estrago muito grave que parecia resolvido na década de 40 com os grandes programas de conservação do solo. Hoje, a erosão volta a campear na agricultura americana, comprometendo o futuro da nação.

⛪️ César→o que é de César ≠ o que é de Deus / Tolstói

Leon Tolstói. Biblioteca do Pensamento Vivo - 16: O Pensamento Vivo de Tolstoi, apresantado por Stefan Zweig. Livraria Martins Editora. Quinta parte, seção "Nikolas Palkine".
Leon Tolstói: idoso barbudo de aspecto messiânico olhando serenamente.
1901 Ilya Yefimovich Repin

Há mil e oitocentos anos, à pergunta dos fariseus: Deve-se pagar o imposto a César? foi respondido: Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.

Se os homens acreditassem em Deus [...] então as palavras A Deus o que é de Deus, e a César o que é de César teriam para eles uma significação clara e precisa:

"Ao rei ou a qualquer pessoa, tudo o que quiser -- dirá o homem crente -- mas nunca o que é contrário à vontade de Deus. É necessário a César o meu dinheiro, ei-lo; minha casa, meu trabalho, tomai-os; minha mulher, meus filhos, minha vida tomai-os; tudo isto não é de Deus, mas de César. [Mas] se é preciso que eu levante e abaixe o açoite sobre o meu próximo isto tem relação com Deus, é um ato da minha vida do qual devo dar contas a Deus. Deus não me ordenou agir assim; portanto, não posso fazê-lo por César. Não posso algemar, prender, castigar, matar um homem, porque tudo isso tem relação com a minha vida e ela pertence a Deus; não posso dá-la, sacrificá-la a ninguém, senão a Deus."

As palavras A Deus o que é de Deus, significam para nós [porém] que devemos dar a Deus velas, missas, palavras e, em geral, tudo o que não é necessário a ninguém, e muito menos a Deus. E tudo o mais: toda a nossa vida, toda a santidade de nossa alma, que pertencem a Deus, damo-las a César, isto é (segundo significação desta palavra para os judeus) a um homem estranho, a quem odiamos.

É terrível, homens, lembrai-vos disso.

Nuvem de tags (todas as etiquetas)

Arquivo anual

  1. 2021 ...
  2. 2020 (32)
  3. 2019 (15)
  4. 2018 (16)
  5. 2017 (04)
  6. 2016 (02)
  7. 2015 (01)
2012-2014: posts não mantiveram-se

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds