Quimioterapia: origem nas guerras mundiais

Fonte: Thierry de Lestrade. Livro “Jejum: Uma Nova Terapia?”. L&PM Editores, 2015, Porto Alegre – RS. Capítulo 9: “Jejuando Contra o Câncer: as Descobertas de Valter Longo“. Seção “Diante das temíveis armas da célula cancerosa, a arma de guerra da quimioterapia”. Para combater a célula que, ao se replicar por milhões, se torna um tumor, os médicos por muito tempo […]

Continue lendo

Maquiavel: Temer Jamais?

Fonte: Nicolau Maquiavel. O Príncipe – 15ª edição – 1996 – Editora Paz e Terra. Capítulo XVII: “A crueldade e a clemência: se é melhor ser amado do que temido, ou o contrário”. É melhor ser amado do que temido, ou o contrário? Responde-se que se quer ser tanto um quanto o outro. Mas como é difícil reuni-los, é muito […]

Continue lendo

Mudanças climáticas: culpa nossa?

Fonte: Roberto Giansanti. “O Desafio do Desenvolvimento Sustentável” – 6ª edição – 1998 – Atual Editora. Capítulo 4: Impactos ambientais no mundo moderno; seção “Poluição atmosférica”. (Seccionei o texto para facilitar a identificação dos trechos por tema.) Hipótese A hipótese de intensificação do efeito estufa é bastante simples: “quanto maior for a concentração de gases, maior será o aprisionamento de […]

Continue lendo

Correios: selos de 2018

←2017 • 2018 • 2019 Emissões de selos em 2018 Edital Lançado Nome Valor facial Tiragem 20 17/dez Cânions do Brasil R$2,55 50.000 19 14/dez Aparelhos de Rádio: Modelos Antigos R$1,25 50.000 R$1,85 50.000 R$1,95 50.000 R$2,55 50.000 18 11/dez Cientistas Brasileiros: Cesar Lattes e Joanna Döbereiner R$1,85 360.000 17 10/dez Homenagem a Nelson Mandela R$2,35 360.000 16 06/dez Natal […]

Continue lendo

Maquiavel: sorte vs previdência

Fonte: Nicolau Maquiavel. O Príncipe – 15ª edição – 1996 – Editora Paz e Terra. Capítulo XXV: “Quando pode a fortuna influenciar as coisas humanas e como se pode resistir a ela”. Comparo [a sorte] a um destes rios desastrosos, que, na cheia, alagam as planícies, derrubam as árvores e as construções, carregam terra de uma parte, depositam em outra; […]

Continue lendo

Platão: Sobre misantropia, decepções, e dedo podre

Fonte: Sócrates. Os Pensadores III: Platão – 1ª edição – 1972 – Abril Cultural – diálogo “Fédon”, “Fédon retoma a narrativa”. O ódio aos seres humanos – a misantropia – penetra nos corações quando confiamos demais numa pessoa, sem nos acautelarmos; quando acreditamos que uma pessoa é boa, sincera, honesta, e vimos a descobrir mais tarde que tal não é, […]

Continue lendo
1 2 3 6